Exames e Orientações

Faça sua busca navegando nas iniciais abaixo, depois clique no exame desejado para mais informações:

A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
W
X
Y
Z
1
2
3
4
5
6
7
8
9

>> ÁCIDO METIL HIPÚRICO PRÉ JORNADA

Código: METILPRE

Material: Urina pré-jornada de trabalho

Sinônimo: Xileno

Volume: 50,0 mL

Metodo: Cromatografia liquida de alto desempenho

Volume Lab.: 50.0 mL

Rotina: Diária

Resultado: 48h

Temperatura: Sob refrigeração

Coleta: coletar a amostra em coletor de urina limpo e sem aditivo. Manter a amostra refrigerada para o envio ao laboratório. Amostras mantidas a temperatura ambiente são estáveis por até uma semana. Amostras refrigeradas entre 2-5°C são estáveis por até quinze dias. Amostras congeladas são estáveis por até 2 meses. Evitar ciclos de congelamento e descongelamento.

Código SUS: 0202070042

Código CBHPM: 4.03.13.06-9

Interpretação: Uso: Indicador biológico de exposição ao xileno. Interpretação: O ácido hipúrico e o ácido metil hipúrico são os principais metabólitos do tolueno e xileno, respectivamente. Processos de exposição ocupacional a estes solventes orgânicos podem ser monitorados pelo seguimento da excreção destes compostos na urina. Embora o ácido hipúrico seja marcador de exposição ao tolueno, outros compostos como o estireno, o etilbenzeno e mesmo alguns conservantes alimentares podem estar associados ao aumento de seus níveis urinários. Como é prontamente excretado na urina, os níveis séricos de ácido hipúrico podem ser utilizados como bons marcadores de função renal. A dosagem de ácido hipúrico e metil hipúrico é realizada por cromatografia líquida de alta pressão (HPLC), em amostra urinária de fim de turno de trabalho após, pelo menos, dois dias de trabalho consecutivos, conservada em refrigerador e enviada ao laboratório para análise. O tolueno e/ou o xileno podem ser encontrados na maioria dos solventes utilizados na indústria, especialmente em colas e combustíveis. Trabalhadores expostos a estas substâncias podem desenvolver sinais e sintomas compatíveis com intoxicação. Sua absorção pode ocorrer por inalação, ingestão ou absorção dérmica. Normalmente os sintomas desaparecem em alguns dias após o afastamento do indivíduo da fonte contaminante, especialmente nos casos de toxicidade aguda. O diagnóstico é realizado juntando dados clínicos, epidemiológicos e laboratoriais, com o uso dos marcadores urinários e eventualmente séricos

Referência: IBMP*: até 1,5 g/g de creatinina *Indice Biológico Máximo Permitido (NR-7).

A Empresa

Em 1º de agosto de 1971, o Laboratório União iniciava suas atividades em análises clínicas em Pelotas, pelos sócios fundadores, Dr. José Wellington Martins Motta e Dr. Dacy Vareira, ambos professores universitários.

Notícias

11/08/2016 - VITAMINNA D E DIABETES MELLITUS

11/08/2016 - Estudos comprovam o efeito anti-inflamatório da prática de exercícios físicos

Newsletter

Cadastre-se para receber as novidades do Laboratório diretamente em seu e-mail.

Endereço

Praça Piratinino de Almeida, 20
(Praça Santa Casa c/ Neto) - Pelotas | RS

Telefones

(53) 3225-1201 | (53) 3303-4470