Exames e Orientações

Faça sua busca navegando nas iniciais abaixo, depois clique no exame desejado para mais informações:

A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
W
X
Y
Z
1
2
3
4
5
6
7
8
9

>> ANTI -TPO - Anticorpos

Código: TPO

Material: soro

Sinônimo: Anti microssomal

Volume: 1.0 mL

Metodo: Quimioluminescência

Volume Lab.: 1.0 mL

Rotina: Diária

Resultado: 24 horas

Temperatura: Sob refrigeração

Coleta: Jejum de 8 horas. Separar o soro. Anotar uso de medicamento, como Tapazol, Propiltiouracil, Puran - T4, Tetroid etc.

Código SUS: 0202030555

Código CBHPM: 4.03.16.15-7

Interpretação: Uso: diagnóstico de hipotireoidismo, tireoidite de Hashimoto e mixedema primário. Os anticorpos anti-microssomais foram substituídos pela dosagem de anticorpos anti-TPO, tendo em vista que o antígeno microssomal é a própria peroxidase tireoidiana. Os anticorpos anti-microssomais (ou anti-tiroperoxidase) e anti-tireoglobulina são detectáveis em grande parte nos indivíduos acometidos por tireoidite de Hashimoto, tireoidite atrófica, tireoidite pós-parto e boa parte dos acometidos por doença de Graves. A pesquisa de autoanticorpos contra a tireóide pode apresentar melhores resultados quando realizados simultaneamente anti-microssomais (anti-TPO) e anti-tireoglobulina, visto que em algumas circunstâncias os pacientes podem apresentar resposta autoimune a somente um antígeno tireoidiano. Geralmente, pacientes com mixedema, tireoidite granulomatosa, e carcinoma não produzem anticorpos anti-tireoidianos. Ainda, relata-se que até 10% de indivíduos normais (ou sem alteração clínica e funcional) podem apresentar autoanticorpos contra antígenos da tireóide, especialmente os idosos, e especialmente do sexo feminino. Indivíduos normais com níveis elevados de TSH e tiroxina livre (T4l) em níveis normais, com qualquer anticorpo anti-tireoidiano reagente apresentam risco aumentado para o desenvolvimento de hipotireoidismo franco no futuro. Interferentes: patologias autoimunes como lupus eritematoso sistêmico, síndrome de Sjögren, artrite reumatóide, anemia perniciosa e outras podem estar associadas à positividade para pesquisa de anticorpos anti-tireoidianos. Alguns testes podem resultar negativos devido ao pequeno número ou confinamento dos clones linfocitários B responsáveis pela produção destes anticorpos.

Referência: Normal : < 35,0 UI/mL; Elevado : > 35,0 UI/mL; ANTI MICROSSOMAL = ANTI TPO (ANTI-PEROXIDASE); Limite de Detecção: 10,0 UI/mL.

A Empresa

Em 1º de agosto de 1971, o Laboratório União iniciava suas atividades em análises clínicas em Pelotas, pelos sócios fundadores, Dr. José Wellington Martins Motta e Dr. Dacy Vareira, ambos professores universitários.

Notícias

11/08/2016 - VITAMINNA D E DIABETES MELLITUS

11/08/2016 - Estudos comprovam o efeito anti-inflamatório da prática de exercícios físicos

Newsletter

Cadastre-se para receber as novidades do Laboratório diretamente em seu e-mail.

Endereço

Praça Piratinino de Almeida, 20
(Praça Santa Casa c/ Neto) - Pelotas | RS

Telefones

(53) 3225-1201 | (53) 3303-4470